quarta-feira, setembro 23, 2009

Um abraço em forma de selo...



Tenho a agradecer ao Bruno por este miminho... Sou nova nestas andanças por isso não faço ideia de como isto funciona. Ao que parece tenho que responder a umas perguntas e encaminhar para alguns blogues.

Então vamos lá ao desafio!
  1. Quem mais gostas de abraçar, no presente: os meus primos! Aqueles abraços pequeninos, cheios de manhas para me sacar algo é fantástico.
  2. Quem nunca abraçarias: quem já me desiludiu e quem sei que não gosta de mim. Eu não tenho por hábito ser hipócrita.
  3. A quem davas tudo para poder abraçar: o meu avó, a minha bisavó e os meus amigos que partiram  cedo demais.
  4. A quem davas o teu melhor abraço: neste momento? Aos meus pais!
E agora vou reencaminhar para 6 blogues... Apesar de seguir cerca de 80 blogues penso que é uma tarfa fácil. A vocês, Cátia, Diogo, Jorge, Néua, Daniela e Maria apetecia-me mesmo abraçar-vos com todas as minhas forças... Tenho saudades, tenho recordações e tenho sorrisos de todas as nossas vivências. Como nem tudo é possível no momento em que queremos, aqui vos deixo este mimo. Têm um desafio em mãos...

5 comentários:

Libelinha disse...

Não te sabia por estas andanças gaja!... Fico feliz por te encontrar por aqui... Já vi que me andas a seguir, lol... Agora vou eu (per)seguir-te, hehehe!...

Beijocas grandes ;P

PS: Adorei a forma como escreves!...

d disse...

ai, obrigada. hoje sabia mesmo bem um abracinho.

xxiiiiii

Bruno disse...

e mais um abraçinho :D
pois saíste muito bem nesta corrente, também foi a primeira que não quebrei lol

Quanto a ficar sozinho em casa não tinha medo... mas ficava era ansioso pelo teu regresso xD

Mas pondera lá em ficar comigo :)

Beijinhos windah

Maria disse...

era assim a coisa mais preciosa neste momento, um abraço teu. era a perfeição em forma de gesto! *

PretenderJorge disse...

1. A vida...assim com a carga intensa que ela foi sempre transmitindo e últimamente por vezes ñ tenho conseguido senti-la. Estou a tentar colocar de novo os sentidos em alerta e as sensações em conjunto com a adrenalina para que isto aconteça. Adoro abraçar a minha mãe e tenho algumas saudades disto...vamos indo e vamos vendo.

2. A encarnação da dor...já provei e tem tanto de perigoso como de tristeza, dei comigo muito perdido e sem certezas e sonhos...não abraçarei quem transporta o cinismo e a perpotencia de ser superior.

3. O meu pai...daria tudo para poder fazer isto e conversar um pouco com ele,mesmo que só por um momento, mesmo que só por uns minutos...mesmo que só por poder senti-lo...

4. bis. Mas também à minha mãe, irmão, namorada e amigos. São estes que merecem o meu melhor abraço.


Beijos e...até breve.