sexta-feira, setembro 18, 2009

Telefonemas Inesperados...

Se há coisa que adoro é falar ao telefone e isso já todos os que me conhecem sabem. E se há coisa que gosto ainda mais é de receber telefonemas inesperados... seja de pessoas com quem passo a maior parte do tempo ou daquelas que já não vejo há bué. São gostos diferentes que acabam por se unir num só: o gosto da surpresa. E hoje foi um dia de surpresas! Foi o dia do JN me brindar com um telefonema... Meio desaparecido, "reagiu" à minha provocação de ontem, que não foi mais do que uma "boca" verdadeira. É admirável como ainda sabia de cor a sua voz... É admirável como sentia falta daquele riso contagiante... É admirável o tempo que deixamos passar só porque nos entretemos demais nas nossas vidas... Sei que passámos uma hora e meia ao telefone, e não fosse o Benfica começar a jogar, suponho que ainda tinhamos ficado mais outro tanto tempo... Ele diz que quer bater o meu record (que são 6 horas! seguidas)... Tenho cá uma leve impressão que não consegue mas um dia destes tentamos! Gosto de quando falamos porque fazemos planos... muitos! Daqueles estúpidos e um pouco utópicos mas enquanto falo com ele sinto que podem ser concretizáveis. O próximo é irmos ver o Benfica à Luz! O rapaz até tem sorte porque eu sou uma adepta minímamente ferranha e se há sítio "futebolesco"onde gosto de ir é aquele estádio. Como ainda impôs a condição de ser um jogo daqueles brutais o máximo que me pode acontecer é ficar durante 90 minutos a tentar encontrar o Fábio Coentrão visto que ele vai literalmente cagar para mim. Mas esquecendo pormenores, acredito que ele seja uma boa companhia para levar ao estádio.
Recordámos velhos tempos. lembrámos brincadeiras parvas e outras tantas embrulhadas em que nos metemos. Ele confessou-se a mim e eu confessei-me a ele e sabem... adorei! Tinha ideia que ele era um "mânfio" que levava tudo no gozo, incapaz de ter uma conversa séria por mais de 15 minutos. Mas tenho vindo a enganar-me. Dei por mim a ficar surpreendida ao ouvi-lo empregar as palavras estabilidade, namorar, sofrer, dedicar, amar... Querido, hoje subiste para aí uns 50 pontos na minha consideração! E eu que pensava que eras simplesmente uma cara bonita sem ponta por onde se lhe pegue... Ainda bem que me enganei e que posso ir contando contigo para umas aventuras. Sim que eu ainda não me esqueci de um célebre churrasco no teu terraço!... ou então uma sardinhada!... ou outra coisa qualquer, desde que envolva comer e relax!

No fim da hora e meia foi-me ver a desligar o telemóvel toda sorridente, confiante de que ainda há amigos como ele que me metem a rir desalmadamente, que me fazem não ter medo de ser sincera e que não vêm, não têm nem metem qualquer tipo de maldade numa simples conversa... Tu JN distancias as coisas na nossa união.

Olha... depois do Fábio Coentrão és tu o meu jogador preferido sim? *

9 comentários:

André disse...

Sim... 90% das vezes parece que os homens e as mulheres não foram mesmo feitos para coexistir. Parece que tudo tem que estar sempre ao contrário.
Se hoje ela está interessada, hoje não está ele... Se amanhã está ele, já ela está interessada noutro.

E nem estamos a falar de namoros... Mas esses... Esses já nem eu procuro.

Obrigado pelo comentário, vou seguir também. =)

***

Cátia Lima disse...

Existem imensas coisa boas na vida...apesar de por vezes nos esquecermos o quanto coisas tão pequenas e que nos parecem insignificantes nos fazerem sorrir por fora e por dentro.

. convidarem-nos para um gelado acompanhado de uma conversa;
. convidarem-nos para o cinema;
. sentir a areia da praia nos pés descalços e respirar o aroma do mar;
. ver desenhos animados e rirmo-nos como crianças inosentes;

... tantas coisas..

... e sim... de repente o telefone toca, olhamos para o monitor e vemos um numero que há muito não viamos, sorrimos com aquela cara de admiração, entusiasmo, e felicidade...atendemos com um OLÁ que nos vem do fundo do coração...parece que tudo à nossa volta muda, e inicia-se a conversa com os mais variados temas...qd desligamos continuamos com aquele sorriso parvo, como se aquele telefonema nos tivesse salvo o dia... lol.

É muito bom mesmo...

gostei deste post, desta partilha, deste tema...

André disse...

Ahah! =)

Tens toda a razão... Devia estar contigo e apoio imenso a tua causa. Infelizmente não estou muito capaz de contrariar as estatísticas e de ser activo e dinâmico nestas coisas..
Estou em fase de recuperação de umas coisas.. enfim.. Aquela espécie de alturas que (tal como refiro no post) nos tiram a paciência para tudo o que é demasiado profundo.
Parece que tudo o que queremos é um pouco de superficialidade e intensidade momentânea, para desanuviar dos pensamentos bucólicos em que andamos envoltos.
É nessa fase que estou... E não digo isto para me queixar. Não sou de me queixar nem nada...

É só que... tornei-me um bocadinho mais céptico.

André disse...

Sim. É precisamente isso. É uma parte da minha vida que neste momento não tenho necessidade nem vontade de explorar.
Tenho várias coisas que dão sentido à minha vida. Vários projectos em que estou envolvido e que até fazem com que o meu dia vá passando. Coisas que me dão imenso gosto e orgulho fazer. A cereja no topo do bolo, neste caso, corria o risco de amargar o bolo todo.
Não me critiques por isso... É exactamente como te disse, tornei-me céptico em relação ao amor, e neste momento ele para mim apenas existe no passado.

Depois dá uma vista de olhos numa ou outra entrada mais antiga do meu blog (não são assim muitas). Mas pronto... Talvez entendas de onde vem o cepticismo.

Obrigado pelas palavras =)

@me@@@ disse...

o meu record anda em 1 hora e 50 minutos...

★ Лαяiα ★ disse...

Sou como tu, gosto de telefonemas inesperados, gostei tanto do teu textinho!

Bjooo***

korrosiva disse...

Eu DETESTO falar ao telefone, mas tenho algumas amigas que não me respeitam nesse sentido e fico horassss... quando desligo tenho vontade de vomitar ehehhehe

beijinhoss

P.S. mas para compensar AMO enviar sms ehehe

Bruno disse...

as pessoas surpreendem-nos e quando é pela positiva ainda melhor!!!
então bom joguinho... xD
bjinho

Ondina disse...

Cá pelo meu lado, apesar dos telefonemas mais ou menos demorados que enchem os meus dias,continuo a achar que não há nada melhor que conversas curtas ou demoraaaaaaaaaadas face a face, olhos nos olhos.

Bjinhos grandes