quarta-feira, abril 23, 2008

Nunca serás esquecida...

Se o tempo não te tivesse levado para longe de nós farias hoje 19 anos...


Quem sabe estariamos juntas a festejá-los... Ou então estaríamos muito ocupadas nas nossas vidas...


Hoje sinto falta... Hoje sinto aquela falta de poder chegar ao pé de ti, dar-te um beijo e berrar os Parabéns aparvalhados... Aquela estupidez que sempre nos caracterizou... No entanto, o grito não saiu... Não estás cá para eu o soltar...



Então refugiei-me no teu youtube... Quis olhar para ti mais uma vez... Quis olhar para o sorriso, quis olhar para a alegria... Quis tirar um pouco dela para mim... Mas mais uma vez falhei. Quanto mais tempo passa, mais custa meu anjo. E são estes os dias que mais custam... Recordar o que fizemos contigo, ou a pensar no que poderíamos estar a fazer...


Eu decidi ver um vídeo teu e perguntei-me: "Onde estava eu naquele dia que fizeste sorrir tanta gente? Que mais teria para fazer para não ter aproveitado a oportunidade de sorrir mais um pouco?" Não sei... Não me lembro dessa altura... E eu acho que sei porquê... Porque andava a sobreviver de certeza. Aposto que estaria a pensar que era só mais um dia como tantos outros, que no futuro é que estava a resposta... E deixei o presente passar... Deixei que se tornasse num passado do qual nem memórias fui capaz de obter... Quando partiste comecei a aperceber-me do pouco ou nada que fazia. Quis ser como tu. Quis ter a garra. És a minha heroína sabias? És aquele modelo de simplicidade que tento alcançar mas que parece quase impossível de conseguir... Secalhar, se estivesses aqui a dizer-me que sou parva, ou que estou a bater mal, talvez até te desse alguma razão. Mas não estás. E estes devaneios perseguem-me vezes sem conta. É que tenho medo que se esqueçam de ti. Tenho medo que se esqueçam de tudo aquilo que fizeste. E tenho medo que eu própria, com certas situações da vida, me torne de tal maneira gélida que me vá esquecendo de ti e das pequeninas coisas que tornam a vida doce e especial...


(...)


Resta-me fixar o sorriso, a dedicação, a simplicidade e a beleza de um ser como tu... Basta-me isso para saber que nunca me deixas estrelinha...


E acho que até seria interessante romper pela noite dentro e gritar-te... tenho a certeza que brilharás um pouco mais só para eu ter forças para continuar...


YAmo-te pequenina *


1 comentário:

Nita disse...

É linda ela..
Falas sempre dela com tanto amor e carinho, nunca vi nenhuma foto dela em ke ela nao tivesse com um sorriso ou com um olhar meigo e doce!
Era concerteza uma pessoa excepcional e nem tu, nem nenhuma das pessoas que a ama, a vão esquecer algum dia..
Por isso, disso não tens ke ter medo minha linda..

E pensa, que por muito bons que tenham sido os aniversários dela aki, este ano ela teve um aniversário num sitio definitivamente melhor ke este!
E agora é um anjinho k olha por todos vocês..


Beijinho*