segunda-feira, junho 26, 2006

Ainda nos resta voar juntos...


Nunca me custou tanto ver uma lágrima a cair num rosto! E eu sei que sentimentos transbordavam daquela gota de água. Naquele momento senti que me fundia a ti e temia o mesmo que tu temias! Ao tomar consciência do quanto sofrias, jorrou também uma lágrima pelo meu rosto. Que poderia eu fazer para que não sofresses tanto? Sorrir! Dizes que o sei fazer bem. Não te digo que não. Digo-te antes que me custou sorrir quando só me apetecia chorar. Deste-me tanta força até hoje que não podia desapontar-te! E tudo o que desejo é apenas ter-te ao pé de mim. Pensar que o contrário pode acontecer é como deixar de viver o presente, é como não sentir nada quando me abraças ou quando me beijas, é como deixar d pensar num NÓS! Por isso mesmo sei que o que estamos a passar é mais um teste, como tantos outros que vão surgir ao longo da nossa vida. E sabes melhor que ninguém que neste momento não pode haver um TU e um EU mas sim um NÓS! É muito mais fácil se remarmos os dois para o mesmo lado. Acredito que te estejas a sentir desorientado quando olhas em volta e vês que tudo o que sonhaste não passa de isso mesmo: um sonho. Mas eu acredito em ti e sei que és capaz de tornar todos esses sonhos realidades. Não não é para te deixar com falsas esperanças. É sim porque te conheço e sei do que és capaz. És um lutador. Por isso peço-te que não desistas agora. E sabes que estou aqui para te dar toda a força do mundo.
A única coisa que te peço é que não desistas. Aqui ficarei à espera que venhas disposto a voar comigo...

ADORO-TE!

2 comentários:

Cátia (C.F.1000) disse...

Não sei a quem te estás a referir, mas sei em quem pensei quando li este texto. Como ele se adapta bem a momentos entre mim e o Zé! Estes momentos têm ocorrido durante os sete anos do nosso amor, e quando digo sete é para te mostrar que estes momentos não acabam com nada, só consolidam grandes amores e ajudam a união...o NÓS! Umas vezes a culpa é de um, outra vezes de outro, umas vezes de ninguem e a unica coisa é que um está desorientado ou triste com coisas da sua vida...temos que nos "segurar" um ao outro, consolar um ao outro e apoiar um ao outro. Uma relação é uma procura, uma constante descoberta, um mistério... a dois.

Sê Feliz, como me sinto neste momento querida. Mas já estive bastante triste em alguns momentos, insegura em outros e feliz em muitos mais.

JuaNinHa disse...

eu tentei voar..mas cai..!!agora voo sozinha,outras vezes acompanhada..umas vezes a sorrir,outras a xorar..levo um dia de cada vez p n cair e a ferida q restou da outra queda e q ainda n esta de todo cicatrizada volte a a brir e doa ainda mais..

kiss kiss