quinta-feira, abril 09, 2009

Viagens inesperadas...

Aventuro-me...

Coloco a chave na ignição e rapidamente surge uma música familiar e contagiante. Perco-me na sua melodia e vou viajando... inesperadamente...

Pergunto-me, vezes sem conta, o que me leva a aventurar-me desta maneira. Não bastando ainda te chamo para me acompanhares... Sim a ti, companheiro de outras tantas aventuras...

A estrada é o nosso caminho... um caminho de rectas e curvas, sorrisos e alguns apertos no peito. As músicas vão-se seguindo umas às outras e o caminho vai-se fazendo.

Dão-nos indicações quanto à meta que temos que alcançar mas simplesmente não as entendemos. Um choque de ideias faz com que avancemos e recuemos algumas vezes... até que decidimos pensar juntos, caminhar juntos, seguir juntos... Conseguimos!

Estacionamos a vida como que a descansar da sua corrida rotineira. Olhamos a lua e sentimos o poder da luz que emana. Aguardamos pausadamente, com aquela calma que fomos adquirindo com as feridas passadas... E sorrimos! Estamos juntos novamente...

Recordações... Teimam em nos confrantarem com elas onde quer que estejamos! Seja no céu, seja na terra, seja de dia ou de noite, consciente ou inconscientemente... A verdade é que aparecem e reaparecem, como que a proibir-nos de as "matarmos".

Não são acaso, não são coincidência! São criações mágicas de uma vida tão própria... São páginas de histórias impossíveis de apagar... porque o que é verdadeiro permanecerá para sempre!

E sobre a luz dessa veracidade vamos andando... até ao futuro incógnito! Trata-se de um futuro que nos surpreende interiormente pela magia da sua aparência exterior.

São horas de conhecimento incógnito! Surge um misto de preocupação e entrega. Segundas oportunidades pedem urgentemente para serem aceites e eu continuo preocupada... Contigo! Mas deixo que caminhes, que reflitas e que te encontres no meio da adversidade. Tu consegues!

Ao deixar para trás o peso da responsabilidade, aventuro-me em partilhas. Chamem-me louca, não me entendam, julguem-me! Eu simplesmente sorrio... porque adormeci enrolada em carinho, sonhos e magia... de uma viagem aventureira e inesperada!



Enquanto não me quiseres aqui, eu permanecerei. Um dia, quando precisares de mim e me desejares, será a hora de eu partir...

5 comentários:

Cátia disse...

Parece que te estou a ver a fazer cada um destes gestos...Por vezes, acompanho-te em algumas viagens, viagens essas em que conhecemos o destino mas desconhecemos o percurso até lá chegar...

Músicas...sem dúvida que muitas parecem apropriadas ao momento, dão-nos pequenos brilhos no olhar!! (Gosto, sem dúvida que gosto!)


AVENTURAS-TE!!! Sem dúvida que sim...o oxigénio da tua vida é mesmo a aventura!! Sem perceber como fui fazendo parte dessas aventuras...por vezes peço-te calma, peço-te que me ouças, mas não dá!! Um dia disseram-me que tu vias e percebias cada gesto meu e que nenhum caía "em saco roto"...

Realmente o futuro é incognito...e não sei bem o que me vai acontecer, mas contigo aprendi a voar um pouco mais... a correr quando assim tem de ser...a sentar e observar as estrelas quando é isso que eu quero!!

Gosto-te e apesar de ás vezes me sentir cansada dessa tua energia e vida que me envolvem...eu dar-me-ei sempre que precisares!!

Love you minha mimosa :P

Davi(d) disse...

Muito obrigado pelas tuas grandes palavras no comentário, a sério.
E sabes, adorei este teu texto.
Está mesmo bonito. ;D
um beijinho*

Davi(d) disse...

à vontade :D
que giro, encontrei uma pessoa de Coimbra =D

Photo & music disse...

Adorei o blog :')
Gosto dos teus textos..
Beijinhos para mana da Catarina da minha turma, eheh *

Cátia LIma disse...

Perguntei-te ontem: estás a falar de q?
respondes-te: de nada em concreto só escrevo agora.

Por isso li novamente...

Falas da Vida, do tempo, das recordações, de ti e dos que te acompanham nesta vida que é tão confusa por vezes, tão certa e incerta no tempo.

És um ser imperfeito como todos, mas com uma personalidade bem vincada, objectivos bem definidos, e valores muito fortes.

Por causa desses valores muitas vezes te desiludes com os outros e os outros de desiludem, por não te compreenderem? Não, por não serem muitas vezes como tu...
És uma mulher que dá, que se dá, que se dá de uma maneira que muitos de nós não consegue, és maravilhosa por isso.

Nesta viagem que é a vida vais muitas vezes descançar feliz e olhar á tua volta e simplesmente sentir.
Por vezes vais viver tristesas e recordações que teimam em não te deixar avança.
O futuro é construido por nós, como me dizes muitas vezes, com calma quando tem de ser, se não não conseguimos viver o presente.

Louca...não, verdadeira, forte, radical com Ele, és tu...e tu és única como cada um de nós.

Assim como dizes: "Eu simplesmente sorrio... porque adormeci enrolada em carinho, sonhos e magia... de uma viagem aventureira e inesperada!"

ÉS TU ASSIM LINDA, MARAVILHOSA e ÚNICA.

GMDT***